Gantz 380 e Highest Streaks

paikurono

Mais ou menos minha expressão, ok nem tanto.

 

   Nesse capítulo, vou tirar todo o lado “hater” que a Otaka-nyan diz que eu tenho, e tentar dar apenas parte da minha opinião de fã, e uma visão mais geral sobre a série que está chegando ao seu fim. 

  Primeiro, vamos ao capítulo, ele foi bom, muito bom para falar a verdade, fim de review. Ok, ok, não dá pra fazer uma review assim… acho que o motivo dele ser melhor que o capítulo anterior foi justamente porque o capítulo passado foi tão ruim e este é exatamente o que eu queria ver nele, e enquanto eu entendo que isso ficará melhor lendo em volumes, e  só de ver o capítulo você nota essa transição de “Trocando desespero por esperança” como no capítulo passado, ainda assim não é o suficiente… Vamos listar os motivos:

 1 – Highest Streak.
      

FUCK YEAH!

FUCK YEAH!

  Péssimo. A maior razão desse capítulo falhar em entregar o que deveria, está num conceito de rank de Naruto Arena, sim, LOL. O capítulo por si só é um ótimo capítulo, ele faz sua parte sem nenhum defeito, nós temos tudo o que podiamos esperar bem trabalhado para se preparar numa luta final que vão ser comentados abaixo mas vou falar um pouco aqui: Emoção, expectativa, comunicação visual. Mas, para quem não sabe, talvez nem eu… (já que sempre fui uma merda naquele jogo),  se você venceu 7 das 10 lutas que você lutou, o Streak não vai ser 7 se nas quatro últimas você perdeu três e ganhou na décima, seu Streak será marcado como 4, e isso é um jeito bom de se explicar o por que odiamos um final ou outro, ignorando o fanboysmo, vamos comparar duas séries: One Piece e Code Geass, então esteja preparado para spoilers como o massacre dos japoneses ou que One Piece é ruim pra caralho.

 Muitos dos meus amigos sabem que o meu amor por One Piece é equivalente a ter uma diarreia ao vomitar constantemente enquanto vejo meus mangás sendo queimados, mas pessoas gostam da série, alguns gostam tão cegamente ao ponto de odiar qualquer um que simplesmente diz que não é muito chegado, ou que simplesmente prefere outro gênero, mas se em cinco capítulos a série acabasse, durante uma luta, e simplesmente Luffy acordasse e descobrisse que tudo foi um sonho, e ao ir para a escola ele via o chapéu de palha, sem mais nada,  nada mesmo. Os fãs diriam que isso é uma obra de arte, extremamente bem pensado, é claro que reclamariam que acabou muito cedo, mas ao pensar bem, todos os arcos incompletos não foram devido a preguiça, mas mesmo que fossem, seria pela genialidade de um sonho incompleto. 

 Code Geass do qual eu gosto tanto apesar de criticas, se tivesse isso logo durante o massacre dos japoneses, poderia até ser aclamado por algumas pessoas que eu conheço, mas seria uma grade decepção, alguns fariam teorias sobre isso e seria uma drama psicológica melhor argumentada por fãs, mas não tão popular quanto One Piece. 

 Sim, os dois tiveram um argumento parecido, e isso foi intencional, e não sei se notaram,  mas isso é uma teoria existente em pokémon, onde Ash está em coma depois do que aconteceu no primeiro episódio e é por isso que ele nunca envelhece. Se isso se tornasse real, ao contrário dos outros dois, isso não seria a mesma coisa, apesar de justificar várias coisas, ainda não faria tanto sentido do porque a série seguir a mesma fórmula dele perder para pelo menos um líder de ginásio e ter uma revanche, ter episódios “fillers” e um reset no pikachu, e enquanto isso também seria um estouro devido a magnitude da série, em muitos ao mencionar aos seus amigos que assistiam a série enquanto criança, pensariam e talvez achassem isso legal, mas seriam muito poucas as pessoas que iriam assistir a série de começo ao fim para procurar motivos sobre isso. 

 E enquanto isso foi um péssimo exemplo, um dos maiores motivos, é o Highest Streak, Code Geass não importa o quão diferente a série foi ficando, o que te faz se prender na história é o pacing, sempre tentando manter o Streak o mais positivo possível, ele foi escrito para tal e feito adaptações para isso, One Piece por ser uma série extremamente popular,  naturalmente consegue de alguma forma manter o Streak alto, agora pokémon seria algo muito “Meh…”, devido ao seu status quo – cuja as razões precisas ficam pra outra hora – o que funciona para vender jogos para crianças, mas  não para marcar, e enquanto possa ser surpreendente, muitos de nós que paramos por conformidade ou simplesmente deixamos de assistir por outra razão, não teríamos nossos pontos individuais de Streak ao pensar na série, a não ser que paramos em uma parte muito boa e achamos que a série ficou muito melhor e por nessa altura do campeonato, o Pikachu deve ter virado até super sayajin de tão forte… OH WAIT.

Isso não ajuda no meu argumento... MAS VOCÊ ENTENDEU!

Isso não ajuda no meu argumento… MAS VOCÊ ENTENDEU!

 Agora, se você está se perguntando o que isso tem haver com Gantz, isso tudo é para encorajar você de procurar meus posts antigos, mas eu vou lhe dar uma dica…
 Motherfucking god 

 2 – Comunicação visual.

  Com o passar dos anos, talvez por nosso sensei estar de saco cheio já, ele está deixando de lado monólogos por comunicação visual, isso não ajuda muito em pontos de Streak, afinal uma série que demora mais que outras para lançar,  geralmente o ideal é nos deixar pensando até o próximo capítulo, é estranho como Naruto como semanal – que geralmente se preocupa mais com isso – está tentando passar uma mensagem (fraca, mas tá) disso mais que Gantz. 

 Porém, é compreensível o que o autor fez, ele estabeleceu os personagens, se você tirar todas as falas desse capítulo, nós sentiremos a mesma nostalgia de ver a Kishimoto, e nós entenderemos totalmente os pensamentos de Katou com flashback, Tae-chan, e até do pai de Kurono que nunca apareceu direito, é algo que se fosse posto em Naruto, não teríamos metade disso agora, ou na invasão de Konoha. O autor fez um ótimo trabalho com isso, entretanto, ainda não justifica o capítulo passado, que apesar de sim, necessário, mesmo se você dizer que eles são um, e são mensais, ainda diremos que a primeira parte foi enrolada.

gantz- red sky

3 – Perto do final

  Por Kamina… eu não sei por onde posso começar sem martelar a tecla que sempre falo… Então vou colocar isso bem curto, sinceramente a batalha mais marcante que eu já vi está no mangá do conhecido aqui como Zatch Bell, e enquanto eu gosto de dizer que a série animada é bem fiel ao mangá, eu não vejo desculpa de dois capítulos com bons patrocinadores para encerrar com chave de ouro, mas enfim, é uma luta onde tudo se encaixa, há uma tensão onde você sinceramente não sabe como o protagonista pode vencer aquilo apesar de estar bem mais forte, infelizmente a batalha final não foi tão boa, e isso nos leva a Gantz…

 Gantz usou isso de uma forma mais adaptada para o gênero, e com o estilo mais realista e pesado nós começamos a nos importar com os personagens ao enfrentarem a morte e estarem vulneráveis, é o que acontece com algumas séries de zumbis, os zumbis em si geralmente não são o que nos interessam, mas como personagens reagem em sociedades quebradas, o que define quem realmente somos, isso foi a definição de Gantz até pouco depois do Kurono conseguir 100 pontos, eu sinceramente não tive um momento onde fiquei preocupado com Kurono tirando na atmosfera, mas me a ele contra alguém, até os capítulo 125 tudo foi perfeito para mostrar o quão poderoso ele ficou, e como ele está reagindo a isso, e enquanto o enredo pediu respostas, o autor não deu, o que nos levou ao…Motherfucking god

  Eu não tive nenhuma dúvida que Kurono teria uma dificuldade real, e se tivesse, a comunicação visual atual não daria conta de tudo, pois estamos em falta dos próximos itens da lista. Nós vemos o autor tentar em vez de dar um papél significativo aos outros personagens, os jogam em uma dungeon com a mesma fórmula que as missões, SÓ QUE RUIM E CHATO E SEM EMOÇÃO. E SEM DROPS! Opa, pera…

 

Sim, estou zoando com a cena pois apesar de ser triste pacas, ela não ta nem machucada e nem teve últimas palavras.

Sim, estou zoando com a cena pois apesar de ser triste pacas, ela não ta nem machucada e nem teve últimas palavras.

 4 – Aprovação dos outros.

paikurono

Eu esperava algo mais cala a boca, agora torcer lol. Só acho muito barato eles ficarem de boa no final.

 Isso foi um tema adorável e constante do Gantz, sempre em atenção ao Kurono, Katou quase teve isso algumas vezes, mas não tanto, pois ele nunca precisou de TANTO questionamento, ainda assim acho que isso foi algo realmente genial de Gantz, Kurono teve várias fazes de desenvolvimento, mas acabou seguindo a imagem que ele tinha de Katou, que por sua vez, vinha seguindo a imagem que ele tinha de Kurono. Eles nunca trocaram muitas palavras especiais, se você pensar bem, ninguém em gantz trocou muitas palavras, mantinha seus sentimentos para si até demais, algo que pelo que escuto, é algo bem da cultura japonesa, apesar que nós temos isso de uma forma diferente. Mas, nós não tivemos nenhum outro personagem, como por exemplo a Reika de se provar alguém assim, apesar que o último capítulo dela viva nós temos um pouco disso, não é a mesma coisa que o Kurono tem com os outros.

gantz 357
5- Motivações

 Isso é problemático… eu vou deixar mais para cada um pensar nisso, mas, vamos ver, a motivação de cada um sempre foi sobreviver, seja para sair dali, reviver alguém, encontrar alguém, geralmente motivos nobres, outros mais sádicos e outros no básico de simplesmente não querer morrer. Mas nós nunca vimos personagens com motivos próprios, tirando Izumi (na segunda ida pra lá, claro), todos foram forçados a entrar no plot, e continuam sendo forçados, a primeira parte da guerra foi um perfeito exemplo disso e do abuso e mandar os guerreiros por e-mail, até mesmo agora na batalha final, Kurono foi forçado a escolher isso, talvez o golpe final no alien seja uma decisão dele, mas não justifica o que pensei da guerra a tantos anos atrás, “Aquele que vencer a guerra terá controle do mundo” disse Nishi nem sabendo o que poderia acontecer, ao vermos os generais de gantz, as respostas próximas da fabricação, e até mesmo quando aquela porra louca apareceu dizendo que não é deus mas se achava um, nós sentimos que os protagonistas finalmente tomarão suas próprias decisões, e seguirão seus próprios caminhos além de proteger alguém mais fraco que eles, infelizmente, isso não foi o que aconteceu, e é o que travou o desenvolvimento dos personagens por 70 capítulos.
 
 Eu poderia continuar, mas se for para manter a mesma coisa todo capítulo todo capítulo, prefiro deixar para a review completa da série.

  Ainda assim, apesar da análise, a nota vai para o capítulo, e ele conseguiu equilibrar alguns momentos interessantes, com o pai do Kurono, Katou, e o mundo… então em consideração a PRINCIPALMENTE  o Katou e Kurono ali, a nota é…

 8/10

 E depois de quatro meses o resto da review de SAO vem logo depois de eu editar um post que estou querendo postar já faz uns dias. PARABÉNS GANTZ! VOCÊ CONSEGUIU FAZER SAO SER POSTADO LOL. É não é grande coisa… MAS AINDA ASSIM!

PS: Eu sei que o Kurono não vai dar u golpe final no cara… Tem a promessa.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Gantz 380 e Highest Streaks

  1. danteppr disse:

    Ok, foi um capítulo decente, sem dúvida o melhor desse ano, mas francamente Oku, aquele alien varreu o chão com uma dúzia de Gantzers, aí chega o Kurono super overpower, e tipo, não levou nenhum arranhão.
    Eu não me importo desse tipo de coisa em shonen, mas Gantz sempre seguiu uma linha realista, e tipo, não se feriu nada até agora?
    Infelizmente, havia tantos arcos com tanto potencial e abandonados no caminho. Por exemplo os infames vampiros, uma possível jornada do Kei 2 para reviver a Reika e qualquer um que ele quiser reviver.
    Aliás, Nishi não morreu. Ele hackeou a esferas para não deixar ninguém voltar para Terra. Por quê ele fez isso? Simples, porque pode e é escroto para isso.
    Ele sempre viverá em meu coração (humilhando gente sem graça como Katou)

    • Munin disse:

      Até ai deles não se machucarem eu até entendo, eu ficaria MUITO PUTO se o Kurono levasse uma surra e nós não víssemos, como na luta da Reika que até agora não sei do que morreu, a luta começa agora, pelo menos é o que deveria acontecer pra um capítulo final.

      Sim, hoje mesmo eu tava vendo algumas cenas do Kei2 tava notando como tudo em relação a ele foi bem corrido, também vi todo mundo implorando pro nishi e ele vai lá e pede uma arma uahsaush, eu costumava ser assim. O que me lembra…

      • danteppr disse:

        Uma coisa que notei é que o Nishi pareceu estar caminhando para uma possível redenção na história. Tipo, a cena em que ele salva o Takeshi e não sabe porquê me pareceu isso. Aliás, eu achei que veriámos de novo a suposta namorada do Nishi (não a gordinha, estou falando da garota do capítulo especial, aquela que seguiu para ver se ele matava gatos).
        Notavél também foi Nishi chamando pela mãe em sua “morte”. Muito dos meus amigos acharam que era para demonstrar o quão mediócre ele era, mas creio eu que simbolizava que se lhe fosse dada a oportunidade, ele iria ressuscitá-la.
        Isso tudo significa uma coisa: He will back.

      • Munin disse:

        A mãe do Nishi sempre achei que fosse que ele queria voltar pra vida normal dele, sobre a ressucitar ela etc. você talvez possa confirmar procurando Gantz Minus.

        Eu sinceramente acho que não vai voltar, já que esse é o último volume. Eu também senti uma redenção, pra falar mas mais no sentido equipe rocket “Se o mundo acabar não teremos mais de quem roubar”, e a partir dai ele começaria a se questionar não sobre a fragilidade da sociedade mas motivações individuais em si, talvez não como o Kurono e Katou, isso seria chato demais, mas sua própria visão de se estabelecer em um lugar etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s