Eu acho que é 31 – Respostas longas ao Mangás Underground e dante

Eu estava aqui tranquilinho começando minha critica a Planetes pois eu esqueci completamente que eu li aquilo… Até receber uma resposta sobre Gantz… e fiquei empolgado com isso! Então vamos lá!

Golden age

Golden age

Nota: O mangás underground foi usado como argumento, estranhamente em um dos capítulos menos sérios que eu postei devido a raiva, então acho que ele merecia uma resposta melhor do que o post em si, bora lá!.

Se você leu algum outro post meu sobre Gantz, incluindo a review que fiz no início do blog, (que você pode achar eles aqui) você deve saber o quão Gantz está no meu top 5, e o meu maior elogio foi sempre…

gantzreborn

Recortado pois por alguma razão a anatomia de Gantz ultimamente está magra e desproporcional x.x

TETAZ
Brinks- Sempre foi o desenvolvimento do personagem, justamente por ninguém estar salvo, então acho que depois de mais de quatro anos lendo a série, nós já estamos preparados para a morte de qualquer um, ou talvez não… Apesar de personagens poderem ser revividos, a morte em Gantz consegue ainda manter peso mais do que quinhentas arrobas astronômicas, e você nota o quão a história muda, ao Kurono sair da sala por ter 100 pontos, depois de tudo você pensa o quão melhor seria se ele tivesse revivido o Katou e ficasse até reviver todos, e passar pela guerra sozinho, pois afinal, aqueles pontos foram perdidos. MAS ele tem um valor muito grande para o leitor, mesmo assim, e você não consegue reclamar disso, o autor sabe o que faz desde quando você vê Kurono correndo desviando do primeiro alien que ele viu.

gantz- red sky

Até hoje não foi explicado que porra é essa mas dane-se foi e é MUITO “WOW O.O”

Então, obviamente, com a guerra se aproximando, eu ainda me lembro quando eu estava na Up Animes e fiquei todo animado escrevendo o quão épico isso era… Nós temos o capítulo GANTZ DEU DEFEITO! E foi meio wtf, mas então ganhamos um novo Kurono, ele em um curto período de tempo discute com o Kurono original, decide ficar com a Reika para saber o que fazer, e no final eles acabam transando, afinal, a relação entre a Reika e Kurono sempre tiveram algo muito interessante… Algo de líder e a segundo em comando apesar dela não mandar tão bem quanto o Katou, como vimos quando o Kurono morreu, mas sempre houve um laço de confiança entre os dois, e admiração que vai além de um sentimento de importância do meu casal preferido, KuroxTae, ainda assim, eu nunca fiquei pensando em algo como MAS QUE PUTA, ELA QUER O KURONO, pelo contrário, eu sempre tomei as dores dela, e isso parecia a solução perfeita, decerta forma, melhor do que dividir o Kurono em dois. Mas essa vida veio com um peso, a do velho, que eu sinceramente senti MUITA FALTA, pois ele também tem uma relação de confiança com o Kurono que, se uma garota que engolir o maldito enjoo de sangue provavelmente iria chorar se ela soubesse o que o Kurono passava com os pais dele.

protecting

Por que estou falando da minha fappagem shippagem aos casais e relações platônicas de gantz? Por que os personagens importam, nós vimos a última semana antes do mundo acabar, Reika e Kurono estavam em um relacionamento muito interessante, ambos viviam coisas que nunca tinham vivido antes, Reika nem se importava mais em atender o telefone, e acho que as imagens mais épicas que não tem haver com guerra ou um monologo nos últimos capítulos foi Kurono e Reika vendo em cima de um prédio o que está acontecendo, e depois mais uma vez decidindo o que fazer. Um casal de guerra, tudo teve um desenvolvimento tão bom, e o autor nem precisou fazer muito justamente pelos personagens serem fortes, é a mesma coisa que você imaginar o The Sims, seus personagens com uma história e deixar eles lá e quando voltar, eles estarem muito melhores mesmo sem você olhar, os personagens tem poder pra isso, e o plot seguirá o que eles decidirem fazer, e isso é incrível.

kurono fan

Ah… Bons tempos, coisa boa…

Mas nem tudo são mares de rosa, nós vimos os dois Kuronos juntos e nosso tio loirinho como WTF? E nada resultou no climax da guerra – nota, a guerra acabou, agora é outra coisa – e então nós temos aquele coliseu estranho que eu não entendi exatamente o por que deles não conseguirem sair dali nem que fosse por um plot device afinal aquilo não estava sendo usado contra eles, é quase como passar dum ginásio pokémon enquanto a equipe rocket está destruindo metade do mundo!

Mas então,

…então temos acho que temos a morte mais triste de Gantz em anos, e acho que o Kurono seguindo em frente só pode ser definido pelas ótimas frases de final de capítulo, que nós nunca damos tanta importância depois de ler… mas são elas que nos fazem pensar.

Quanto ao Judeu Ateu falar sobre o tesão não importar mais, importa sim, eu tenho amigos que estariam fappando ali de boa, e eu fiquei com uma cara de “Wtf, ok, eu entendo o seu ponto, mas ainda assim você ta forçando o contexto…” e não foi uma morte como a da Tae-chan, onde eu não lembro se eu chorei na primeira vez ou não, mas certamente fico triste até hoje se eu leio, quando fui mostrar para meus primos, nós demos algumas risadas… Mas o desespero do Kurono foi nosso também, e então penso o que nosso herói mewtwo vazio que perdeu uma das vontades de lutar fará, ele durará até o final? Sempre me perguntei, sempre, “Ele não pode ser descartável assim? Pode?” bem… aparentemente, ele pode, e se você já leu alguma critica minha recente sobre gantz, você sabe o que me fez perder a paciência com a história…
Motherfucking god

Onde o autor parece que tomou um Sake decidindo responder todas as perguntas da série com um ser que se diz neutro mas é sádico mas parece que simplesmente desistiu na metade do caminho! Simplesmente ali para matar o Kurono! POR FAVOR, o Katou sendo chamado de bicha pelo Kurono e explodindo a cabeça dele tem mais história que isso! POIS NO FINAL NÃO DESCOBRIMOS NADA!

Se quiserem discutir sobre isso, existe um post sobre isso que não foge tanto do assunto… O ponto é que, quando a morte finalmente fica barata em Gantz… Eles escolhem a morte, não fez sentido, apesar de que eu jurava que o Kurono ia fazer aquele ser se cagar de medo após ver todas as pessoas que ele ama tirando a Tae-chan ali MORREREM.

Aquilo tirou o propósito da série de forma inesperada, onde esperamos ação ou algo filosófico, recebemos o primeiro capítulo de NHK com os sonhos drogados de Azumanga Daioh, mesmo que os personagens venham a ser revividos no final… eu sinto que isso foi uma falta de respeito, não comigo, não com os leitores, pois a maioria de nós estamos acostumados com decepções semanais por causa de Naruto… Mas com os próprios personagens, que almejavam ter sua história para nos contar, almejar, vindo de “alma”, algo que em Gantz sempre duvidamos existir, nunca sendo preciso um deus ou um sábio para nos contar pois tirávamos nossas próprias conclusões com a história do guerreiro que recebeu um 2 no final do nome… pois nunca foi uma questão de lógica durante toda essa sobrevivência, mas de fazer os sentimentos de dor e medo valerem a pena, para poderem serem trocados por paz no coração.

my children

Quanto aos Aliens secundários, a história já foi explicada a muito tempo, mas os leitores e o autor, aparentemente, quase esqueceu disso também, notamos sempre Aliens irados, chorando o que fez eles se questionarem sobre eles lutarem ou não. E acho que a frase que mais define isso era algo como “Nós sempre vivemos em paz, por que vocês estão nos atacando!?”, eles claramente eram habitantes da terra inofensivos, mas com a ameaça chegando, Gantz não podia arriscar, e antes mesmo de considerar uma rebelião ou uma aliança, precisavam também de um treinamento para a grande invasão, agora se você for falar de toda a história da Alemanha aqui vai exclusivamente um dialogo sobre o que aconteceu:
Oku: E antes mesmo sequer de tais líderes poderem ver a força subestimada de seus guerreiros escravizados, eles morrem, e é pouco provável que serão lembrados, muito menos deixando saudades…!
Assistente: Nossa sensei! Que incrível!
Oku: SIM! Ha, ha!  – pose de Mr. Satan.
Assistente: Mas não eram eles que iriam explicar melhor o sentido da guerra e talvez serem parte do alvo final por tentar controlar os guerreiros? Pois eles sempre deram a sensação que iriam fazer toda a história da Alemanha fazer sentido com uma última explicação…
Oku: Bem… Bosta!

Quanto aos vampiros… Eu nem lembrava mais deles… eles nunca fizeram muito sentido em Gantz além de ser uma ameaça, e enquanto o autor tem o trabalho de nos mostrar a Kishimoto Kei que nem as memórias sobre o que eles passaram ela tem… Não vimos o que eles estavam fazendo durante a guerra mas aparentemente eles passaram esse tempo todo no porão jogando strip yu-gi-oh! E os persoangens vampiros importantes sempre tiveram algo interessante, o loirinho, a Kill Bill, e até o irmão do Kurono.

Aquele personagem eu duvido que vá aparecer de novo, eu ESPERO que ele nunca apareça, aquele maldito tio que não é Deus mas se acha deus wtf.
O que eu acho estranho é que, esse final de guerra sempre foi feito para ser a terceira e última parte de Gantz, eu lembro bem, apesar de muitas coisas precisarem ser explicadas, qualquer coisa além disso vai resultar em um final chato e anticlimático, mas talvez tenhamos capítulos extras depois do encerramento… Mas ainda assim… Não vejo melhores horizontes.

As vezes eu penso em ir ver o live action de Gantz pra ver que o mangá não tá tão ruim assim…
Espero ter respondido sua pergunta, e espero que qualquer um que tenha lido aprecie, e se quiser comentar, estamos ai!

PS: Ainda não foi respondido o que o autor sempre quis dizer com a frase nas capas do volumes.
PS2: Alguém sabe me dizer o porque do meu wordpress travar ao colocar uma imagem na galeria?

Anúncios

2 pensamentos sobre “Eu acho que é 31 – Respostas longas ao Mangás Underground e dante

  1. dante disse:

    Muito obrigado por dar atenção ao comentário e inclusive dignar-se a respondê-lo. É triste, mas tenho de concordar com seu post, realmente parece que Gantz desandou em algum momento, não conseguindo criar a expectativa, principalmente nessa invasão.
    No entanto, a premissa era a extraodirnária, e o desenvolvimento da história, ainda que agoniante nos últimos tempos, foi cativante. Ainda resta tanto potencial, e guardo esperança de um futuro melhor.
    Ah, e mais uma vez obrigado pelas excelentes respostas.

    • Munin disse:

      Eu que agradeço por comentar no blog. Uma coisa que não comentei aqui, talvez guardando para uma review final, ou simplesmente por me focar nas respostas (ou tentar lol) é como acompanhamos o processo da guerra, nós temos um pacing muito alto aqui, pois é o clímax da série inteira, mas ainda temos os episódios mais parados, mostrando como a sociedade se comporta e como são as naves e a sociedade dos alienígenas, aquele quarto da garota, foi BEM inútil na minha opinião, pois o zoológico já estabelece bem isso enquanto mantêm o ritmo, e qualquer outra coisa poderia ser passado na nossa alienígena que morreu do qual era pra ser importante e ter mais tempo, onde iriamos ver a diferença dos lados da guerra mas ela morreu e foi tão importante que eu não lembro o nome dela.
      Quando Kurono enfrentou o Nishi, pensando em não destruir os invasores, eu pensei que seria um final Naruto, mas com o desenvolvimento e monologo, com todos odiando e VENDO o que iria acontecer, os humanos apoiando os guerreiros de preto e os próprios alíens vendo que há alguém que defende eles (bem como o que está acontecendo agora) seria algo bem mais significativo, ainda assim precoce pois o Nishi não fez porra nenhuma desde quando reviveu, qualquer um poderia acabar descobrindo aquilo, até o GANTZ poderia falar isso pra eles. Eu achava que agora estaríamos entrando na fase final de uma batalha, onde toda a baboseira dos últimos capítulos seria em como é a guerra com ele protegendo finalmente a Tae, esclarecendo perguntas ao meio do caminho e tendo mais ainda, Gantz poderia durar até mesmo 500 capítulos, e ainda sentiríamos o peso do clímax de uma forma até mesmo massante para querer saber o que vai acontecer, eu não estou nem pedindo pro KURONO2 morrer, mas todo aquele coliseu foi falta do que fazer com os personagens, agora temos uma raça querendo fazer suicídio por nenhum motivo, e os humanos se recuperaram bem rápido, algo que não mudou a sociedade em si, quando esperávamos algo pós apocalíptico e Kurono sendo o líder da sociedade reerguendo-a de uma forma melhor, ou até uma promessa de até mesmo um novo mundo pra uma nova série, com o Kurono sobrevivendo em um mundo cyberpunk, ou outro personagem, iria manter o mesmo efeito, usando destroços das naves ou não, mas se um prédio em Tokyo foi destruído, foi muito. E me dói o coração pela primeira vez não ligar para perguntas não respondidas, mas decidir fechar uma série antes que estrague todo o valor que ela ainda guarda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s